Entidades sindicais dos servidores públicos divulgam nota oficial sobre reunião da Mesa Permanente de Negociação de Canaã dos Carajás

Os Sindicatos e Associação que representam os servidores públicos de diversas categorias, divulgam nota oficial sobre a última reunião ocorrida nesta terça-feira 25 de Junho de 2019 com o governo municipal através da Mesa Permanente de Negociação.

Informativo SINTEPP subsede Canaã

Canaã dos Carajás, 25 de Junho de 2019.

Aconteceu hoje a reunião da MPN , sobre a decisão da categoria em assembleia geral unificada sobre a proposta de retirada de direitos, que seriam alterados no RJU .
Ficando mantido para os servidores da educação a manutenção dos seguintes direitos adquiridos triênio, promoção e progressão, sem nenhuma alteração, ficando da forma prevista no Regimento. Para os demais servidores houve a equiparação da promoção de 7%, 13% e 20% que são os percentuais recebido pelos servidores da educação.

Ficando a jornada por regime de escala para ser rediscutida, com data de reunião entre sindicatos já definida para terça dia 02/07/2019 e dia 03/07/2019, será discutido com a gestão pela Mesa Permanente de Negociação. As datas poderão ser alteradas de acordo com reivindicação de algum representante sindical ou da gestão.

Nenhum Direito a Menos!

O SINTEPP SOMOS NÓS, NOSSA FORÇA, NOSSA VOZ..

Coordenação Geral.

NOTA INFORMATIVA

           Os sindicatos SINTESP, SENPA, SINATC e ASCONCC, vem por meio desta nota sobre as decisões tomadas na reunião de hoje 25 de junho de 2019 na Mesa de Negociação Permanente. É importante frisar que não houve qualquer desrespeito à decisão dos servidores que estavam presente e votaram na última Assembleia Geral Unificada.

O que se obteve hoje foi a manutenção dos direitos que cada servidor faz jus atualmente por lei, ou seja, “nenhum direito a menos”, como foi decidido na assembleia. Com relação aos percentuais referentes às promoções, apresentamos a proposta de igualar aos percentuais do PCCR da educação (7, 13 e 20%) e que também foi colocada em pauta e votada na assembleia. Sugerimos essa proposta na Mesa de Negociação hoje e foi aprovada pelo governo.

Quanto a gratificação de 50% para nível superior, que fique claro que, não houve redução, muito menos fixação do valor, o que aconteceu foi apenas uma mudança na nomenclatura da gratificação sem alterar a forma de cálculo, resguardando o direito do servidor que recebe essa gratificação. E ficou acordado que os próximos servidores efetivos que adentrarem no quadro de profissionais da prefeitura não farão jus a esse adicional.

Nesse contexto ressaltamos novamente que o direito do servidor foi garantido e respeitou-se a decisão da Assembleia.